Bicampeã no tiro esportivo volta ao estande de treinos construído com dinheiro do Bolsa Atleta

Em quarentena, Andressa Tamires retorna a Oeiras, no interior do Piauí, e relembra início de carreira no tiro esportivo ao visitar espaço construído a partir de auxílio financeiro.

Morando atualmente em Brasília, Andressa Tamires Sousa retornou a Oeiras, cidade a 290km ao Sul da capital Teresina, para passar o período de isolamento social por conta da pandemia de coronavírus com a família. Depois de muitas batalhas, Andressa relembra as lutas do passado e comemora uma das principais conquistas quando ainda morava no Piauí. A atleta aproveitou o momento para visitar um lugar especial, onde deu seus primeiros tiros: um estande de treinos para a prática do tiro esportivo, construído a partir do dinheiro que recebeu do Bolsa Atleta. 

 É muito gratificante olhar e ver as dificuldades que tive no começo, porque foram elas que proporcionaram todas essas conquistas. O local me ajudou ainda mais, meu rendimento aumentou depois que tive esse estande – afirmou Andressa Sousa, bicampeã brasileira na carabina de ar.

Junto com o pai, Andressa encontrou em um terreno a 15 minutos de casa a alternativa para treinar. Sem locais específicos para praticar tiro em Oeiras, a atleta utilizava um espaço do quintal de casa antes de erguer o estande. Com o dinheiro precisando ser dividido entre a ajuda a família e a construção, aos poucos, montou o espaço que hoje é usado pelo pai, também praticante do tiro esportivo.

“No início era complicado. Evitava treinar com chumbinho, porque até para encher o cilindro da carabina tinha que mandar para Teresina, então treinava mais tiros em seco. Dentro de casa, tinha que fechar as portas de casa e ficar sozinha. E no quintal, tinha o vento que atrapalhava. Necessitava de um local melhor pra treinar. Aos poucos, fui construindo com a verba do Bolsa Atleta. Não está 100% pronto porque mudei de estado”, afirmou a atleta.

Atualmente, Andressa mora no Distrito Federal, compete pela federação local e dispõe da estrutura da Federação Brasiliense de Tiro Esportivo (FBTE). A atleta é bicampeã na modalidade carabina de ar, coleciona participações em torneios mundiais e segue o sonho de disputar uma Olimpíada.

Com o cancelamento de competições da temporada em decorrência do aumento no número de casos de coronavírus, Andressa preferiu retornar para Oeiras e ficar com a família. A atleta treina na terra natal enquanto aguarda a divulgação de novas datas para os torneios que disputaria ainda em 2020 como o Pan-Americano de tiro esportivo, que seria disputado em Lima, o Mundial da modalidade em Munique e o Campeonato Brasileiro.

– Vim passar a quarentena aqui, já que estava tudo parado em Brasília. Para treinar eu teria que pegar transporte público, então, para evitar me contaminar indo aos treinos, estava treinando em casa e vim para o Piauí – afirmou Andressa.

Fonte: globoesporte/pi

Share via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *