Prefeitura abre edital para esterilização cirúrgica de cães no Centro de Castração de Oeiras

A Prefeitura de Oeiras, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), abre nesta quinta-feira, 09, o edital para esterilização cirúrgica de cães no Centro de Castração. A chamada pública tem o objetivo de cadastrar famílias de baixa renda (com renda mensal de até dois salários mínimos), além de protetores e cuidadores de animais residentes no município. Confira aqui o edital.

Poderão ser castrados até dois animais por CPF/Endereço. A fila seguirá ordem cronológica de inscrição. O Programa de Esterilização Cirúrgica de Cães é gratuito. Serão realizadas 30 cirurgias por mês, priorizando o controle reprodutivo de animais de áreas de risco sanitário e de vulnerabilidade social.

A esterilização será feita dentro dos padrões técnicos preconizados pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Médicos veterinários do Instituto Federal do Piauí – IFPI Campus Oeiras serão os responsáveis pela realização das cirurgias. Veterinárias da Semusa ficarão responsáveis pela inscrição e cadastramento das famílias, triagem dos animais e realização do exame clínico do animal para encaminhamento cirúrgico.  

Os interessados em participar do edital deverão apresentar a documentação solicitada junto ao Centro de Castração, localizado na Rua Projetada, nº 69, Bairro Buringa, próximo ao Mercado Municipal Dona Lili, de 09 a 16 de janeiro de 2020, das 08h às 11h.

Centro de Castração

Oeiras é a primeira cidade do Piauí e uma das primeiras do Brasil a implantar um Centro de Castração de Cães e Gatos. Inaugurado em dezembro de 2019, o espaço conta com salas de pré e pós-operatório e um centro cirúrgico destinado à castração gratuita dos animais. 

A iniciativa da Prefeitura de Oeiras conta com a parceria do Instituto Federal do Piauí (IFPI) e da organização não-governamental, Oeirenses Protetores dos Animais (OPA). A castração faz parte das ações de controle populacional de animais de rua e prevenção de riscos à saúde pública, desenvolvidas pela gestão municipal como forma de contribuir para a redução da transmissão de doenças à população e promoção da saúde e bem-estar animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *