Prefeitura conclui cadastro imobiliário e econômico de Oeiras

Após nove meses de trabalho, a Prefeitura de Oeiras concluiu o cadastro imobiliário e econômico do município. O projeto cria um banco de dados com informações geográficas, econômicas e fiscais da cidade, que servirão para dar suporte ao planejamento de Oeiras, orientando as ações da Administração Municipal relacionadas à mobilidade urbana, serviços públicos, desenvolvimento social, defesa civil, meio ambiente, saúde, educação, entre outras áreas de interesse da população oeirense.

Uma equipe com cerca de 30 profissionais realizou o cadastro, visitando milhares de imóveis em toda a zona urbana da cidade. “O cadastro imobiliário no município de Oeiras é uma experiência de sucesso. Realizamos o cadastramento utilizando a mão de obra aqui do município. Essas pessoas foram treinadas pela Executiva, foram habilitadas, inclusive recebendo certificado, e foram colocadas em campo de forma planejada, devidamente apresentadas, fardadas e com um tablete, através de um sistema, fizeram a medição de todos os imóveis de Oeiras. Esses dados revisados foram repassados para o sistema da Prefeitura de Oeiras”, comenta Ricardo Lima, diretor de projetos da empresa responsável pelo serviço.

Esta foi a primeira vez que a cidade de Oeiras passou por atualização e expansão de sua base de dados cadastrais, garantindo, com isso, informações que contribuem para o planejamento, elaboração e execução de projetos de fomento ao desenvolvimento do município. “Através do cadastro econômico e imobiliário, faremos uma verdadeira radiografia da cidade”, resume o prefeito José Raimundo.

Cerca de 17 mil imóveis foram catalogados e reunidos em um único sistema, que já está à disposição dos órgãos municipais. “Tínhamos em Oeiras uma base de 4 mil imóveis registrados e estamos entregando praticamente 17 mil imóveis. Para a cidade é um ganho incomensurável, porque Oeiras tem hoje informações de todos os seus munícipes da área urbana. Essas informações servem para melhorias em várias áreas. Essa base de dados vai fornecer informações para a Prefeitura tomar decisões em todos os projetos nas áreas da educação, saúde e habitação. Oeiras encerra 2019 com essa gama de informações, que podem ser utilizadas em todas as ações que serão desenvolvidas no futuro”, acrescenta Ricardo Lima, informando que o cadastro imobiliário e econômico permitirá, também, a criação de uma nova planta cartográfica da cidade, com um mapa atualizado de Oeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *