Prefeito Zé Raimundo sanciona lei que institui o Plano Municipal de Cultura de Oeiras

O prefeito José Raimundo sancionou a lei que institui o Plano Municipal de Cultura de Oeiras – instrumento estratégico que organiza, regula e norteia a execução da política cultural, reunindo metas e ações culturais do município de Oeiras para os próximos dez anos. Nesta quinta-feira, 09, o documento foi entregue ao Conselho Municipal de Cultura.

A solenidade aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e também contou com a presença do vice-prefeito José Alberto; do presidente da Câmara Municipal de Oeiras, vereador Espedito Martins; do presidente do Conselho Municipal de Cultura, Alberth Ferreira; da presidente do Instituto Histórico de Oeiras, Inácia Rodrigues, e de toda a equipe da SeCult.

O Plano Municipal de Cultura é de fundamental importância para regulamentar, manter e aperfeiçoar a gestão das políticas culturais no município de Oeiras e foi elaborado pela equipe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Conselho Municipal de Cultura, contando com assessoria técnica do Programa de Pós-Graduação, Mestrado Profissional, em Artes, Patrimônio e Museologia, da Universidade Federal do Delta do Parnaíba, e ampla participação de agentes culturais, fazedores de cultura e de toda a sociedade.

O documento, elaborado por meio de consultas públicas, é a expressão viva do desejo, das motivações e das expectativas dos segmentos representativos da sociedade oeirense, para o desenvolvimento da cultura e fortalecimento das potencialidades artísticas.  “O Plano se torna um instrumento essencial para a validação das políticas públicas, auxiliando o município, sobretudo, a gestão municipal de cultura a desenvolver as ações de maneira mais organizada e planejada”, destaca Júnior Vianna, secretário municipal de Cultura e Turismo.

O prefeito Zé Raimundo ressalta que o Plano Municipal de Cultura é um marco na organização da gestão cultural de Oeiras e referência para todo o Piauí, uma vez que a grande maioria dos 224 municípios do nosso Estado ainda carece de modelos estruturados de políticas públicas neste setor.

“A iniciativa é um grande passo no compromisso firmado pela nossa gestão de implantar uma política cultural capaz de reconhecer e valorizar a diversidade das culturas e do patrimônio histórico do município de Oeiras, promovendo o desenvolvimento social com pleno exercício dos direitos culturais. Somos uma gestão orgulhosa de construir e entregar mais este legado para Oeiras e para o povo oeirense”, afirma Zé Raimundo.

Share via

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *