Feira Literária de Oeiras – FLOR chega à 10ª edição celebrando a obra de Daniel Munduruku e Kiusam de Oliveira

A Feira Literária de Oeiras – FLOR chega, este ano, à sua 10ª edição, formando alunos leitores e celebrando a obra dos escritores, Daniel Munduruku e Kiusam de Oliveira, que apresentam em seus livros histórias e reflexões sobre as culturas indígena e afro-brasileira.

A obra dos dois autores foi alvo de estudos e trabalhos durante todo o ano letivo nas escolas municipais, urbanas e rurais, estimulando o hábito e o prazer pela leitura nos estudantes. Vitrine para a produção artística e literária dos alunos e alunas da rede municipal de ensino, a FLOR, que acontece entre 30 de novembro e 02 de dezembro, é o ponto alto do projeto ‘Aprendendo Com’, através do qual a obra dos escritores homenageados é aplicada nas escolas municipais.

Em abril deste ano, o escritor e ativista indígena Daniel Munduruku esteve em Oeiras participando de encontros literários com estudantes e professores da Educação Municipal. Com mais de 60 livros publicados, tratando especialmente sobre o papel da cultura indígena na formação da sociedade brasileira, ele é hoje um dos maiores expoentes da literatura infanto-juvenil no país e deve retornar ao município para as homenagens da FLOR.

Conhecida, nacional e internacionalmente, pela força e representatividade de suas obras, com histórias que abordam, sobretudo, as questões étnico-raciais, a escritora Kiusam de Oliveira esteve em Oeiras, em maio deste ano, visitando escolas municipais e interagindo com estudantes e professores sobre temas como a sensibilização do público infanto-juvenil para a equidade racial e o protagonismo das pessoas pretas. Ela também é aguardada para participar das atividades da FLOR.

A Feira Literária de Oeiras – FLOR é uma grande celebração da literatura infanto-juvenil brasileira e, em dez anos, já homenageou nomes importantes, como Monteiro Lobato (2013), Ziraldo (2014), Maurício de Sousa (2015), Ruth Rocha (2016), Cineas Santos (2017), Roseana Murray (2018), Ilan Brenman (2019), Leo Cunha (2020) e Lúcia Hiratsuka (2022).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *